Funcionamento Básico dos Serviços Familiares SUD

Funcionamento Básico dos Serviços Familiares SUD

  • Quando o bispo identifica um membro com necessidades emocionais, ele avalia os recursos da comunidade que podem ajudar a solucionar esse problema.
  • Se os recursos da comunidade não deram resultados, ele contata os Serviços Familiares Sud que avaliará os recursos da comunidade usados e sugerirá outros disponíveis no banco de dados do SFSud.
  • No caso de uma ajuda com psicólogo, se o membro tiver condições financeiras de pagar pelas consultas, é passada uma lista de profissionais para que o membro entre em contato e marque uma consulta particular.
  • Caso o membro precise da ajuda do fundo de jejum para as terapias, é importante que com o conhecimento do Presidente da Estaca, uma ANR seja enviada para o SFSud.    Essa ANR pode ser enviada escaneada por email ou preenchida no formato eletrônico (meios mais rápidos). Nela devem constar as seguintes informações:
  1.  detalhes do comportamento do membro e episódios ou acontecimentos que justifiquem a necessidade de um acompanhamento com um psicólogo;
  2. as ações tomadas pela liderança, quantidade de entrevistas e visitas, assim como planos e metas estabelecidos para ajudar o membro;
  3. informação da participação financeira da família (mesmo que simbólica). Esse  compromisso financeiro influenciará no comprometimento do membro com as sessões de terapia e  afetará diretamente o resultado no tratamento.
  •  Com a ANR, o caso será avaliado pelo comitê do depto de Bem Estar. Se aprovado, a resposta será dada por email ao bispo, com cópia ao Presidente da Estaca e uma lista de psicólogos, será enviada para que o membro  escolha um profissional e inicie o tratamento (o limite aprovado é de até 12 sessões).
  • Assim que um psicólogo for escolhido, é importante o Bispo entrar em contato para decidirem com relação ao pagamento, se será feito por sessão ou por pacote (mensal). A parte do membro será paga diretamente para o profissional e a parte da ala (que sairá do fundo de jejum) será paga mediante o recibo no valor que ficou acertado para a ajuda do fundo de jejum. O membro entregará o recibo e o bispo envia o cheque pelo membro ou deposita na conta do psicólogo. É importante que o irmão em tratamento com psicólogo seja acompanhado durante todo o processo pela liderança. 
  • Após a 6ª. sessão, o psicólogo envia um relato do andamento do caso, fazendo o mesmo após a 12ª. sessão.
  • Caso exista a necessidade de prolongar o tratamento, uma nova ANR deve ser enviada para o SFSud juntamento com o relato do psicólogo após a 12ª. sessão.

Ivan Tramontina

Anúncios

Sobre autossuficienciabrasil

Destinado a troca de know-how entre os Especialistas de Autossuficiência de Alas e Estacas
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.