NÃO DESESPEREIS

Na Conferência Geral de Outubro de 1974, o então Presidente do Quorum dos Doze Apóstolos, Ezra Taft Benson, pronunciou um discurso com o tema “Não Desespereis”.

Na sua mensagem, ele estava prevendo o que ocorreria em nossos dias, citando que seria proveitoso nos “dias difíceis que estão para vir”.

Citou que o adversário luta cada vez mais, para vencer os Santos pelo desespero, desalento, abatimento e depressão.

A certeza de que a Igreja permanecerá intacta, dirigida por Deus, através de tempos trabalhosos à frente, nos traz a responsabilidade de zelar para que cada um de nós permaneça fiel à Igreja e a seus ensinamentos.

Ensinou então doze pontos que se seguidos, nos levantarão o espírito e nos levarão à alegria.

1º – Arrependimento – O pecado leva o homem ao abatimento e ao desespero. O pecado traz desarmonia com Deus e é depressivo ao espírito.

2º – Oração – A oração nos coloca em contato com nossa maior fonte de conforto e conselho.

3º – Serviço – Dedicar-se ao serviço de outros pode manter-nos esquecidos de nossos próprios problemas.

4º – Trabalho – O trabalho é uma benção, e não condenação. Deus tem um trabalho a fazer e nós também devemos ter.

5º – Saúde – As condições do corpo físico com certeza podem afetar o espírito. A obediência a Lei do Senhor nos ajuda a ter mais disposição espiritual.

6º – Leitura – Ler bons livros elevam o espírito, principalmente quando lemos as Escrituras e mensagens das Autoridades Gerais.

7º – Benção – Até mesmo o Profeta Joseph Smith pediu e recebeu uma bênção sob as mãos de Brigham Young, e recebeu conforto e direção para sua alma.

8º – Jejum – O jejum periódico pode ajudar-nos a aclarar a mente e fortalecer o corpo e espírito.  Há uma “casta de demônios, que não pode ser expulsa senão pela oração e pelo jejum” (Mat 17:21).

9º – Amigos – Para os que se sentem deprimidos, essas palavras de Joseph Smith têm assumido um significado especial: “Um gesto de amizade, de onde quer que venha, desperta e estimula todo sentimento de simpatia”.

10º – Música – A música inspiradora pode encher a alma com pensamentos celestiais, levar-nos a atos bons, ou falar de paz à alma. Isso poderá servir para afugentar pensamentos debilitantes e depressivos.

11º – Perseverança – Há tempos em que temos simplesmente que persistir no bom caminho, e sobreviver aos ataques do maligno, até que seu espírito depressivo nos deixe. Como disse o Senhor: “ A tua adversidade e as tuas aflições serão por um momento” (DeC 121:7-8)

12º – Metas– “ E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens” (Lucas 2:52). Isso abrange quatro aspectos principais para as metas: espiritual, mental, físico e social.

Para vencermos os gigantes  da depressão, desânimo, desespero e desencorajamento, precisamos seguir estes doze pontos.

O Presidente termina testificando: “Que possamos usá-los, nos dias difíceis que teremos pela frente, de modo que nós cristãos, alcancemos maior felicidade aqui e caminhemos para a plenitude da alegria nos mais alto grau do reino Celestial”.

Enviado por Guilherme Peixoto – SRE Curitiba

Sobre autossuficienciabrasil

Destinado a troca de know-how entre os Especialistas de Autossuficiência de Alas e Estacas
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.